Latest Entries
Dias da Terra
arte relacional

Dias da Terra

Oficina de Serigrafia Participativa celebram o Dia da Terra na Fundação Gulbenkian. Arte e natureza juntas na criação de imagens que nascem de formas naturais do Jardim e se transformam pelas mãos dos participantes em impressões de serigrafia, isto tudo numa oficina sustentável e ecológica que é uma bicicleta! Formas soltas de flores, folhas formam … Continue reading

Dias da Liberdade – Arroios – 2018
#SerigrafiaNaRua / arte relacional

Dias da Liberdade – Arroios – 2018

  Celebrações do 25 de Abril em Arroios contou uma vez mais com a Serigrafia Participativa do Atelier SER e as suas inspiradoras bicicletas! Foi incontável o número de participantes que por lá passaram e imprimiram manualmente uma imagem a duas cores,  levando para casa uma serigrafia original. (Fotocredits by João Nelson Ferreira & participantes) … Continue reading

Participação no ZineFest PT proporcionou a criação coletiva de um zine em serigrafia, realizado espontaneamente durante o festival.
#SerigrafiaNaRua / arte relacional

Participação no ZineFest PT proporcionou a criação coletiva de um zine em serigrafia, realizado espontaneamente durante o festival.

  As bicicletas do “AtelierSER” levaram a serigrafia itinerante ao Porto. Durante os dias do ZineFest foi impresso no nosso atelier portátil um poster em serigrafia, edição de 22 exemplares: “Um rio que nos Uniu” – representando o mapa da cidade, e a sua identidade. Paralelamente foi criado espontâneamente um zine desenhado coletivamente por oito … Continue reading

Dias da Liberdade – Arroios, Lisboa
#SerigrafiaNaRua / arte relacional

Dias da Liberdade – Arroios, Lisboa

O AtelierSER foi convidado através do LARGO residências para realizar uma actividade de serigrafia participativa, onde todos podiam criar o seu cartaz e bandeiras para realizar um marcha simbólica: ‘Dias da Liberdade’ – comemorações do 25 de Abril em Arroios. Agradecimentos: Anne Kubart (photocredits), Junta Freguesia Arroios, Largo Residências. Continue reading